Tag: ‘Eu nunca’

12 . Abril . 2016

Enquanto estava pensando em um texto legal para vocês, meus queridos leitores, me deparei com uma constância que chega para todos nós. É simples, complicado e cheio de motivos, embora seja fácil definir e difícil realizar, não estou falando de uma simples receita, mas de um complexo paradoxo.

Quase uma batalha entre o bem e o mal de um conto de fadas.

Quantas vezes você se sentiu frustrado por não conseguir realizar um pequeno desejo? E mesmo quando tudo já está preparado, aos 45 minutos do segundo tempo acontece algo e você precisa desistir de tudo por vários motivos diferentes?

Parece que isso não acontece só comigo, não é?

Cada um tem sonhos que querem realizar e alguns deles podem parecer impossíveis, mas aquele que não tem motivação para ir atrás do que quer nunca irão desfrutar da sensação de dever comprido.

E então, eu fiz uma pequena lista dos meus Eu Nunca.

1. Eu Nunca fui a Itália

Podem apostar que o lugar número um na minha lista de desejos é conhecer a bota do mundo.

Sempre tive uma paixão pelas belezas que enfeitam a história da humanidade e a Itália possui uma ligação intensa com grande parte das transformações que temos hoje. Foi pela religião, pelos movimentos sociais, artísticos e políticos que nasceram parte do que vivemos e conhecemos hoje.

tumblr_m9v11z5kZR1rtad8co1_500

Não é só pelo Coliseu romano que possui em cada rocha uma história nunca contada ou vista pelos nossos olhos, pelos gritos e glórias expressas que jamais ouviremos, mas é pelo simples fato de cada lugar guardar uma história que ficará guardada para a eternidade. A beleza é rara e o raro é para o raro, como dizia Nietzsche.

2. Eu Nunca publiquei um livro

É uma meta. Quando eu estou indo a algum lugar, escutando alguma música, vendo alguma imagem desenhada pelas nuvens do fim do dia, uma frase, minha mente me transporta para outra realidade.

É como se tudo se tornasse cenários, as ações das pessoas e suas vozes fossem trabalhadas pelas minhas mãos. Me torno a pequena telespectadora e consigo sentir cada uma das sensações, emoções e superações.

Fotos-fofas-de-maquinas-de-escrever-9

Antes de começar minha faculdade de jornalismo, pensei em escrever sobre uma estudante de comunicação, na sua vontade em se destacar e conseguir deixar sua marca no mundo. E na minha mente veio a Maísa, jovem e com um desejo absurdo de aprender. Foi no seu local de trabalho que ela se viu mais do que uma jornalista, se viu como portadora da justiça. Sua missão era ajudar um homem a provar sua inocência e isso lhe proporcionou várias confusões, além da sua paixão pelo jornalismo. E no meio de erros e acertos, ela descobre a verdadeira face da mídia, o poder do dinheiro, mas acima de tudo o valor da verdade.

E eu sou sim uma romântica, e claramente existe uma história de amor. <3

E minha batalha constante é comigo, por que em um momento acredito nos meus sonhos, mas em outros sou como vidro e com qualquer impacto posso me estilhaçar. E por enquanto, apenas por falta de coragem, ainda não encontrei um fim para minha história, mas sei que vou.

3. Eu Nunca fui a um concerto internacional

Sou apaixonada por música. É basicamente um alerta para começar meu dia bem. E pode até parecer estranho, mas nem sempre gostei de apreciar as canções. Foi estudando a história do Brasil que conheci o MPB, minha paixão sem limites. E sentindo a poesia e a maravilha das palavras que me encantei pela solidão do Caetano e a fé do Djvan. E então, me agarrei fielmente as letras criptografadas das batidas populares.

Metade de mim também é carregada por músicas internacionais. Não é apenas pelo fato do país ser um grande ”coração de mãe” e acolher todos os estilos musicais, culturas e manifestações artísticas, mas o fato do meu coração também pertencer a esses versos.

No ano passado meu cantor preferido faria três shows no Brasil, dois em São Paulo e um no Rio de Janeiro. Era a oportunidade perfeita para conhece-lo mesmo que apenas eu o conhecesse. E então me programei, fiz planos, procurei lugar para ficar, valores do ingresso, passagem de ida e volta, detalhei até mesmo meu figurino para a grande noite em São Paulo. Foram dois meses de espera e planejamento. Porém, uma janela se abriu e eu consegui o realizar meu sonho número um da minha lista de desejos daquele momento: Entrar para a faculdade de Jornalismo.

E foi assim que o plano do meu primeiro show internacional foi por água a baixo. No dia da apresentação eu teria uma prova muito importante, e eu não poderia perde-la por nada. E eu não perdi.

tumblr_nd2wylKSzN1skd5smo6_r1_250

E esse foi o fiasco do meu primeiro não espetáculo. Mas com toda a certeza foi apenas a primeira tentativa. Um dia eu irei e quem sabe conhecerei meu ídolo muito além do palco? Que a sorte esteja a meu favor.

E assim começa a caminhada para riscar cada um desses itens.

Galera, esses são os meus Eu Nunca que um dia serão Eu Realizei. Se você tem uma lista de coisas, sonhos, desejos que nunca realizou e quer compartilhar, escrevam nos comentários. Partiu realizar nossa lista? (:

Até!