Tag: ‘literatura’

26 . Maio . 2016

O Projeto Rosie é o livro de estreia do australiano Graeme Simsion, e apesar de ser um romance você pode esperar por muitas surpresas durante a leitura.

Confesso que decidi comprar O Projeto Rosie apenas pela capa, não cheguei nem a ver resenhas sobre, e me surpreendi muito com o conteúdo. E apesar de achar linda a capa, acho que ela não faz jus ao livro, pois não é uma história tão romântica e fofa como você pode estar imaginando.

PrintO livro é narrado por Don Tillman, um professor de genética, que pode ser fácilmente confundido com Sheldon Copper da série The Big Bang Theory. Don faz o planejamento de cada minuto de sua vida, odeia quando ocorre qualquer mudança em sua rotina, não tem muitas habilidades sociais, é totalmente racional, e é péssimo para reconhecer sarcasmo ou entender o sentimento alheio. E prestes a completar 40 anos ele decide começar o Projeto Esposa, onde ele monta questionários para as mulheres responderem em sites de relacionamentos, para assim ele poder filtrar qual possívelmente seria a sua esposa perfeita.

Durante esse projeto, Don conhece Rosie Jarman, uma bartender, que fuma, bebe e está sempre atrasada, o tipo de mulher que ele não gostaria de ter ao seu lado. Mas depois de descarta-lá de sua lista de possíveis esposas, eles criam uma amizade que aos poucos vai mudando o mundo organizado e perfeito de Don.

Sinopse: Perto de completar 40 anos, o peculiar professor de genética Don Tillman havia desistido do amor. Para acompanhar sua rotina severamente cronometrada, com esquema de refeições padronizadas, um cronograma para a execução de cada compromisso (inclusive para a prática de exercícios físicos antes de dormir) e lidar com sua falta de habilidade social, só mesmo a mulher perfeita. E ele já sabe como encontra-la. Ou pelo menos acha que sabe. Ele desenvolve o projeto Esposa Perfeita, um questionário meticuloso que irá ajudá-lo a selecionar candidatas adequadas a seu estilo de vida. Mas quando Don conhece a jovem Rosie ele descobre que nem tudo na vida pode ser programado… e que o amor pode, de repente, vir a seu encontro.

945036_10151722221005609_1696988915_nO livro é muito divertido, e a narração de Don nos deixa entender um pouco mais de sua complexidade, o que deixa o personagem ainda mais interessante. Rosie com seu jeito de durona e divertida nos lembra como é importante viver a vida intesamente. Você pode até demorar pra pegar o ritmo do livro, mas assim que Rosie entra na história pode ter certeza que a leitura fluirá rápidamente.

É muito bom vermos como cada um tem seus padrões de pessoa ideal, quando terminei de ler pensei muito na frase ”As imperfeições do outro é que o faz perfeito para alguém”.

Os direitos de filmagem do livro foram vendidos para a Sony Pictures, e se não fosse pela agenda lotada de Jeniffer Lawrence, ela faria o papel de Rosie. Mas a produção já está em busca de uma nova Rosie.

Recomendo muito o livro! Se você já comprou algum livro pela capa deixa aqui nos comentários, quem sabe não fazendo uma resenha sobre ele. 😉

28 . Abril . 2016

‘O Pássaro’ da autora brasileira Samanta Holtz é um livro envolvente, cheio de riquezas e um amor tão puro que nos leva as lágrimas.

Um dia, conversando com a mesma amiga que me indicou a Série Perdida, que já fiz uma resenha aqui, me contou sobre um livro que ela gostaria de comprar, esse é outro livro da Samanta, Quero Ser Beth Levitt. Assim que cheguei em casa, corri para procurar a sinopse e sem nenhuma dúvida eu comprei.

Mas nada poderia me preparar para tamanha amabilidade. O livro conta a história de Caroline, uma garota rica, filha de um barão que vivia pelo status da sociedade do século XIII, uma mãe que obedecia fielmente o rigor imposto pelo pai, e sua irmã que assim como a mãe, construía barreiras para privá-las de qualquer espirito livre.

Confesso que me identifiquei muito com a personagem de Caroline, seu entusiamos, sua destreza e curiosidade pela vida, caracterizam sua jovem rebeldia. Contudo, esse não era o comportamento adequado para uma garota que devia ser um exemplo de dama para a sociedade, mas dentro de Caroline vivia uma fome, um abismo que só seria preenchido quando seus desejos fossem contemplados.

E foi em um surto de liberdade que ela conheceu Bernardo, filho do domador de cavalos. E essa foi a chave para abrir todas as portas de uma grande aventura. Fugindo de um casamento arranjado, de um pai controlador e uma sociedade antiquada, Caroline teve a oportunidade de descobrir tudo que uma mente livre pode apreciar.

E ela se descobriu na cultura cigana, nas atrapalhadas em uma mata, nos olhos de um homem e dentro da loucura de um amor interminável.

Infelizmente, a hora de partir e amadurecer também chegará, e Caroline e Bernardo passarão pela maior prova de guerra. A prisão de mentiras é revelada, um amor colocado evidência e um sacrifício que mudará toda a história do casal.

Mas, essa também é uma deixa para que nos leitores refletissemos sobre a veemência de tudo aquilo que acreditamos. Cada paradigma que construímos, cada lembrança e princípios são colocados na mesa. Até onde você iria por amor?

E o final de Caroline e Bernardo, sua convicção no amor e bondade são capazes de levar qualquer um as lágrimas.

Baixar-Livro-O-Passaro-Samanta-Holtz-em-PDF-ePub-e-Mobi

Essa foi uma das obras que mais em encantou. Sua simplicidade na escrita e vivacidade dos personagens, a cultura diferenciada e encantadora, nos transmite para uma leitura gostosa, rica em detalhes que nos leva diretamente para o cenário, e uma paixão sem limites.

Foi por esses motivos que tive que perguntar a própria Samanta, e com seu jeito simples e carismático, ela nos proporcionou uma visão ainda mais bela do seu livro.

Nós perguntamos a Samanta qual foi a inspiração dela para escrever uma história tão rica como ”O Pássaro”, e qual a mensagem que ela gostaria de passar para seus leitores.

Samanta Holtz:

”Minha inspiração para O Pássaro surgiu na adolescência, durante as aulas de História do Ensino Médio. Enquanto eu ouvia o professor explicar sobre o Feudalismo, comecei a imaginar como seria a vida de uma garota de família rica que fosse contrária aos padrões da sociedade, com sede de uma liberdade com a qual as mulheres sequer poderiam sonhar, em tempos de tamanha submissão. A história se agigantou em minha mente e em meu coração, e foi impossível não passá-la para o papel!
À medida que escrevia a história, Caroline passou a ter um significado muito forte dentro de mim. E, através da trajetória dela, pela qual eu me apaixonava cada dia mais ao escrever, busquei justamente inspirar o leitor a levantar a cabeça, dar seu grito de liberdade e correr em direção aos seus próprios sonhos, onde quer que eles estejam, sem jamais se esquecer do mais importante: o amor.

Só o amor nos leva a tomar as decisões mais nobres.”

O Colorindo Vidas agradece a participação da Samanta Holtz por compartilhar essa história linda conosco.

Sinopse: Uma história romântica e surpreendente que irá prender sua atenção desde a primeira página. Você está preparado? Caroline Mondevieu é filha de um poderoso barão e tem tudo o que uma dama da época poderia querer: status, riqueza e um ótimo partido para se casar. Seus sonhos, no entanto, vão muito além de vestidos caros ou um bom marido; ela quer ser dona do próprio destino. Tudo parece perdido quando ela encontra Bernardo, um charmoso e irritante domador de cavalos. Eles não conseguem se entender até perceberem que, para alcançar o sonho em comum da liberdade, deverão passar por cima das diferenças e se unirem em um arriscado plano que promete transformar suas vidas para sempre. Grandes emoções os aguardam nessa jornada: perseguição, mistérios, ciganos e o despertar de um sentimento que insiste em se manter escondido. Mas o que parece tão simples envolverá mais magia e coincidências que eles podem imaginar, além da descoberta de segredos, até então, muito bem guardados.

E pra você que quer se deliciar com essa aventura, não pense duas vezes, se envolva com o amor. Espero que vocês também possam dar oportunidade para viver essa história e se deixar aprender coisas importantes para a vida.

Até!

Livros Relacionados:

1- Quero ser Beth Levitt.

2- Renascer de um Outono.

23 . Fevereiro . 2016

Depois de lançar ”Anna e o beijo francês” e ”Lola e o garoto da casa ao lado” achei que a autora Stephanie Perkins não conseguiria mais me surpreender, até que foi lançado ”Isla e o final feliz”, um livro super envolvente e apaixonante, que te faz querer ler e reler milhares de vezes.

Sempre adorei os livros da Stephanie Perkins, além dela fazer os personagens crescerem na medida certa e conseguir desenvolver uma narrativa muito envolvente ao leitor, ela também consegue sempre manter uma conexão entre os personagens de seus livros, Anna e Cricket apareceram em Lola e o garoto da casa ao lado, e em Isla temos a participação de dois personagens principais de cada livro, o que é ótimo para aquelas pessoas que são super apegadas aos personagens (com eu hahaha).

Isla e o final feliz é um romace muito bem escrito e que me surpreendeu a cada capítulo. Com certeza você vai se identificar com o amor platônico que Isla tem por Josh, pelas suas inseguranças e pelos dramas que a cabeça dela consegue fazer. E apesar de ser um romance, o que mais gostei no livro foi como no final (não é spoiler) Isla consegue se encontrar, tirando lições de tudo não planejado que havia acontecido, o que eu achei bem Girl Power da parte de Stephanie, que ainda não tinha tido em nenhuma de suas outras personagens, mas não espere nada feminista ou algo do tipo, é mais como um alerta para o que devemos fazer em qualquer tipo de relação que tivermos na nossa vida.

”Não sei o que quero fazer, nem quem quero ser, nem onde quero morar. Parece que todo mundo já está com o futuro planejado, menos eu.”

1220Desta vez Stephanie Perkins nos conta a história de Isla (se pronuncia Aila), uma garota tímida que se via apaixonada por Josh há mais de três anos, até que em uma madrugada ela o encontra nas férias em uma cafeteria e drogada por analgésicos por causa da retirada do dente siso acaba tendo a coragem de conversar com ele. E depois de acordar e lembrar de poucas coisas ela decide se desculpar com o garoto por qualquer mico que ela tenha passado, mas acaba só o reencontrando na volta as aulas, quando já não tem mais a coragem que tinha para conversar com ele. Mas sem muitos amigos, Josh e Isla vão tentando se aproximar cada vez mais, enquanto lidam com toda a pressão do último ano escolar.

O livro é divertido e super apaixonante, e com certeza pode ser lido por todos os gêneros por tratar de assuntos tão presentes e reais nas nossas vidas como depressão, insegurança, pressão e até autismo. E confesso que fiquei com uma ”ressaca literária” terrível ao terminar de lê-lo.

Sinopse: Tímida e romântica, Isla tem uma queda pelo introspectivo Josh desde o primeiro ano na SOAP, uma escola americana em Paris. Mas sua timidez nunca permitiu que ela trocasse mais do que uma ou duas palavras com ele, quando muito. Depois de um encontro inesperado em Nova York durante as férias, envolvendo uma extração de siso e uma quantidade considerável de analgésicos, os dois se aproximam, e o sonho de Isla finalmente se torna realidade. Prestes a se formarem no ensino médio, agora eles terão que enfrentar muitos desafios se quiserem continuar juntos, incluindo dramas familiares, dúvidas quanto ao futuro e a possibilidade cada vez maior de seguirem caminhos diferentes.

Com participações de Anna, Étienne, Lola e Cricket, personagens mais do que queridos pelo público apresentados em livros anteriores da autora, Isla e o final feliz é uma história de amor delicada, apaixonante e sedutora, que vai fazer os fãs de Stephanie Perkins suspirarem ainda mais.

Sem Título-1

Para que já leu Anna e o beijo francêsSim, o Josh deste livro é o mesmo Josh que era melhor amigo de Étienne e que namorava Rashimi, e Isla também tem uma breve aparição em Anna e o beijo francês quando Anna a defende de Emily Middlestone. E se prepare para um momento lindo e único com Anna e St. Clair que te fará vibrar novamente com esse casal que tanto amamos.

09 . Fevereiro . 2016

”Perdida” é o primeiro livro da ”série Perdida” da autora Carina Rissi. O livro é uma mistura de páscoa, natal e presentes de aniversários, não há livro mais emocionante e vibrante.

A descoberta do livro é uma história bem divertida por que eu não era uma grande fã de livros românticos e confesso que a primeira vista eu não estava muito afim de deixar meu conforto de lado, mas essa foi a porta para meu mundo literário – literalmente – romântico.

Uma amiga bem próxima me disse que tinha descoberto o livro do amor. Isso mesmo A-M-O-R. Depois de muitos encontros e vários pedidos para que eu me entregasse ao mundo dos corações e fantasias, ela finalmente me convenceu. No mesmo dia quando cheguei em casa fui logo procurar a sinopse e algo dentro de mim despertou para que eu desse uma chance a essa espontânea história. E foi então que eu me apaixonei perdidamente pelo livro, pelo Ian, pela Sofia e pela escrita da Carina.

Sem mais delongas, eu lhes apresento a história do amor que ultrapassa as barreiras do tempo.

1220 Sofia Alonso uma jovem que vive na agitação de uma grande capital no século vinte e um, ligada as tecnologias e a facilidade de tudo, Sofia se tornou uma mulher independente e moderna. Após perder os pais muito cedo,  teve que aprender a se virar sozinha por todos os anos seguintes, e todas as suas confusões estavam acompanhadas de sua melhor amiga, Marina. Depois de muitos problemas no trabalho, Sofia resolve curar suas feridas, afogando todas as mágoas na bebida. Isso resulta em nada menos que perder o celular.

Ao comprar um outro aparelho algo muito estranho acontece, uma claridade sem razão motivada pelo seu novo celular transposta Sofia para o século dezenove. Sem ter ideia do que está acontecendo e como todas as coisas que ela conhece se dissipasse como um passe de mágica, Sofia logo se vê amparada por um misterioso cavalheiro, o Senhor Ian Clarke.

”Olhei para o homem, completamente confusa. Suas roupas eram muito esquisitas e antigas. Muito, muito antigas! Vestia um casaco escuro e comprido, um colete sob ele, gravata — ou talvez fosse um lenço branco amarrado no pescoço — e botas pretas na altura dos joelhos. Ele estaria indo para alguma festa à fantasia? Ou um casamento temático, talvez? Fiquei observando o rapaz enquanto ele descia de seu cavalo com uma expressão preocupada no rosto.  

—Você está bem, senhorita? — ele perguntou, se agachando ao meu lado.”

Sem pistas do que pode ter ocorrido, a única que certeza que possui é que precisa voltar para casa. Com a ajuda de Ian e todas as confusões que os encontram, Sofia consegue encontrar pistas para descobrir o caminho de volta, mas ela não contava com a possibilidade de se apaixonar torridamente pelo homem que parece a conhecer de outra vida. Agora sua batalha não é apenas contra o mistério do seu súbito destino, mas também com seu coração.

”Senti a urgência de seus lábios quando voltaram a tocar os meus e a verdade de minhas palavras penetrar em cada célula de meu corpo enquanto ele me puxava impossivelmente para mais perto. Não me importei com mais nada. Não me importei com o amanhã. Com o que iria acontecer depois. Nada mais importava. Apenas o agora. Apenas Ian. ”

A história e a escrita de Carina nos transporta para partes extremamente vivas da cultura do Brasil, sua simplicidade e beleza. A paixão que cada personagem carrega e sua força diante as dificuldades e a descoberta do amor.

A história de Sofia e Ian realmente desperta coisas adormecidas dentro de algumas pessoas. Sofia transmite de uma forma engraçada e real como estamos presos a tecnologias, além de nos ensinar que mesmo quando estamos em uma situação complicada, podemos encontrar amigos, carinho e um amor capaz de transformar nossas vidas.

Enfim, o livro me rendeu muitas risadas, aprendizados e muitas lágrimas. Espero que vocês também possam dar oportunidade para viver essa história e se deixar aprender coisas importantes para a vida.

Sinopse: Sofia vive em uma metrópole e está acostumada com a modernidade e as facilidades que ela traz. Ela é independente e tem pavor à mera menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são aqueles que os livros proporcionam. Após comprar um celular novo, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século dezenove, sem ter ideia de como voltar para casa – ou se isso sequer é possível. Enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de retornar ao tempo presente, ela é acolhida pela família Clarke. Com a ajuda do prestativo – e lindo – Ian Clarke, Sofia embarca numa busca frenética e acaba encontrando pistas que talvez possam ajudá-la a resolver esse mistério e voltar para sua tão amada vida moderna. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos.

Música Tema de Sofia e Ian.

Série Perdida:

  1. Perdida – Um amor que ultrapassa as barreiras do tempo.
  2.  Encontrada – Á espera do felizes para sempre.
  3. Destinado – As memórias secretas do Senhor Clarke.
29 . Janeiro . 2016

Sombra e Ossos” é o primeiro livro da “trilogia Grisha” da autora Leigh Bardugo e pode ser considerado como um livro de fantasia épica.

Antes de lê-lo já havia visto algumas indicações desse livro em alguns blogs, mas não sabia nada do que esperar da historia em si, já que eu não havia lido a sinopse nem lido nada a respeito do livro. Comprei sem pensar, apenas pela capa e pelo titulo – algo que tenho feito muito ultimamente – e comecei a lê-lo. Confesso que no começo tive um pouco de dificuldade com vários nomes estranhos de lugares e pessoas e coisas que ainda não entendia, mas logo a historia começa a se desenvolver facilmente e me peguei terminando de lê-lo em apenas 3 dias.

Esse mundo criado por Leight me surpreendeu. É bem estruturado, com personagens envolventes e com muitas reviravoltas. Muitas vezes nos pegamos imaginando coisas que no final não são nada do esperávamos. O final só me deixou querendo mais. Não me arrependi de ter lido, e imagino que foi melhor ainda por eu não saber o que esperar da historia.

1220

O livro conta a historia de Alina Starkov, uma órfã que não se destaca em nada e que não tem nada de excitante, ao contrario de seu melhor amigo Malyen Oretsev (Maly) que é bonito, confiante e um excelente rastreador por quem Alina esconde uma paixão desde a infância. Alina é uma cartógrafa que se vê prestes a atravessar a dobra – uma área envolta de escuridão e repleta de predadores – junto ao seu regimento militar. Nessa expedição Alina vê Maly ser atacado  por criaturas da escuridão o que a faz entrar em desespero, libertando assim um poder que ela nem imaginava possuir.

Logo após esse episodio a vida dela muda completamente e ela é levada a uma vida nova, onde ela conhece a vida dos Grishas que são soldados do segundo exercito e mestres da pequena ciência. Eles são divididos em Corporalkis (A ordem dos vivos e mortos), Etherealkis (A ordem dos conjuradores) e Materialkis (a ordem dos fabricadores). Todos eles são comandados por Darkling, que é o mais poderoso de todos e o segundo no comando, logo depois do Rei.

Ela passa boa parte do livro tentado aprimorar o seu novo poder que acreditam que pode destruir a dobra poder e se lamentando pela falta de Maly. Nesse tempo ela conhece a corte real e um mundo totalmente diferente do que ela vivia. Conhece pessoas novas e descobre coisas sobre ela que a mudam completamente.

O final do livro foi surpreendente. Tudo o que aconteceu no decorrer da historia me fazia ler mais e mais. Esse livro vai agradar a pessoas que como eu gostam de mundos fantasiosos e épicos.

 

Sinopse : Alina Starkov nunca esperou muito da vida. Órfã de guerra, ela tem uma única certeza: o apoio de seu melhor amigo, Maly, e sua inconveniente paixão por ele. Cartógrafa de seu regimento militar, em uma das expedições que precisa fazer à Dobra das Sombras – uma faixa anômala de escuridão repleta dos temíveis predadores volcras –, Alina vê Maly ser atacado pelos monstros e ficar brutalmente ferido. Seu instinto a leva a protegê-lo, quando inesperadamente ela vê revelado um poder latente que nunca suspeitou ter.
A partir disso, é arrancada de seu mundo conhecido e levada da corte real para ser treinada como um dos Grishas, a elite mágica liderada pelo misterioso Darkling. Com o extraordinário poder de Alina em seu arsenal, ele acredita que poderá finalmente destruir a Dobra das Sombras.
Agora, ela terá de dominar e aprimorar seu dom especial e de algum modo adaptar-se à sua nova vida sem Maly. Mas nesse extravagante mundo nada é o que parece. As sombrias ameaças ao reino crescem cada vez mais, assim como a atração de Alina pelo Darkling, e ela acabará descobrindo um segredo que poderá dividir seu coração – e seu mundo – em dois. E isso pode determinar sua ruína ou seu triunfo.

Recomendo muito o livro. Se alguém ai já leu, comenta aqui em baixo o que achou. Se gostariam de ver alguma resenha especifica de um livro aqui, avisa a gente. 🙂

Sem Título-1

 

Trilogia Grisha:

  1.  Sombra e Ossos;
  2.  Sol e Tormenta;
  3.  Ruínas e Ascensão;
22 . julho . 2015

Olá pessoal, hoje vamos falar um pouco de “Alice no País das Maravilhas”, que é uma das minhas histórias preferidas, mais aí você pode estar se perguntando por que falar de Alice? Simplesmente porque agora em julho de 2015 a história completa 150 Anos, incrível não é mesmo?

Vamos começar nossa jornada, para quem não sabe Alice in Wonderland foi publicada por Lewis Carroll, que era o pseudônimo utilizado por Charles Dogson que era um professor de matemática, tímido e gago, porém muito criativo sempre se envolvendo com arte e poesia. Charles era muito introspectivo, porém tinha muita imaginação e era muito bom para inventar histórias e se sentia mais confortável contando-as para crianças, em uma viagem ele conheceu as três filhas de um colega, sendo que uma das garotas Alice em particular amava suas histórias mirabolantes, partindo dessa amizade surgiu uma das narrativas mais amadas por todos Alice no País das maravilhas e também Alice Através do Espelho.

Eu sei que todo mundo conhece a história, mas vamos lá. Alice é um conto sobre uma garota que cai em uma toca de coelho, não um simples coelho! Um que usa paletó e relógio, e no esconderijo do animal Alice é transportada para um novo mundo, maravilhoso e repleto de criaturas estranhas e incríveis. Nesse mundo mágico a protagonista tem que passar por diversos testes muitos deles muito lógicos retirados da mente do professor de matemática, porém esses são repletos de mistérios criativos e peculiares. Está bom né? Acho que todo mundo já sabe o restante?!

Alice tem intrigado o Mundo desde que o a história fora publicada, e o cinema tem uma fissuração pela mesma, e desde sempre vem sendo adaptada para as telonas, a seguir seguem 4 adaptações feitas para o conto:

1. Alice in Wonderland (1903)

O filme de 1903, foi o primeiro filme feito e ocorreu 38 anos depois da publicação do livro, sendo que ele faz parte da era dos filmes mudos. Se você ficou interessado é só entrar o youtube que você consegue achar a adaptação completa, eu assisti e garanto que é incrível, porém você tem que amar cinema pois trata-se de um filme mudo e sem cores.

2. Alice at the Palace (1981)

Quem diria que Meryl Streep já tinha vivido a personagem Alice, essa é uma adaptação feita por um canal de televisão americano, bom em minha opinião o filme é legalzinho não chega a ser super extraordinário, mas vale ver pela atuação da atriz que como sempre esta impecável.

3. Alice no País das Maravilhas – Disney – (1951)

E quem não se lembra do filme da Disney? bom, quando eu era criança eu ama esse filme principalmente a parte onde ela toma chá com o Chapeleiro um dos meus personagens favoritos de todos os tempos, e como esquecer da lebre de março dei muitas risadas com as bobagens que ele falava, se você nunca assistiu essa animação eu digo para você terminar de ler o post e sair correndo pra procurar por que é uma obra incrível.

4. Alice in Wonderland (2010)

E o meu preferido de todos, a adaptação feita por Tim Burton. Bom não tenho nem o que dizer sobre esse filme, gosto tanto que acho que já assisti milhões de vezes, mais uma vez se você não assistiu corre lá pra ver por que é incrível.

E não para por ai não Alice também foi adaptado para outras plataformas, a maioria delas é meio obscuras e tenebrosas, mas mesmo assim a gente ama né?! confira a seguir:

Série – Once Upon a Time in Wonderland

Essa série é muito boa mesmo que tenha sido cancelada, recomendo a todos que gostam de Alice e de Once Upon a Time.

Anime – Pandora Hearts

Pra quem gosta de algo mais obscuro, o anime Pandora Hearts é uma adaptação com muitas referencias a historia de Lewis Carroll.

Game – Alice Madness Returns

Nunca joguei esse game, mais assisti muitos gameplays sobre, achei bem dark e misterioso, acredito que é uma ótima pedida pra quem ama Alice e também gostas de coisas obscuras. 

 

Então por hoje é só pessoal, espero que vocês tenham gostado do post, pois essa história é incrível e provavelmente é uma das suas preferidas, e pra terminar as comemoração vamos tomar uma xícara de chá! Não esqueçam de conferir nossas outras matérias e acessem nosso canal do youtube.