Tag: ‘moda’

19 . Abril . 2017

Quando pensamos em moda, o que nos vem à cabeça? Glamour, desfiles, grifes, beleza… Outros acham que moda é futilidade, besteira. Mas o que é moda?

Moda vem do latim Modus e significa modo, maneira, comportamento. Portanto, podemos dizer que moda é um fenômeno que define o que um grupo de pessoas está preferindo em determinado momento, podendo estar presente em diversas áreas (ciências, artes, literatura, etc).

Moda é tendência de consumo da atualidade. Ela acompanha o vestuário e o tempo, num contexto político, social e sociológico. Por exemplo: você sabia que na 2ª Guerra Mundial, o governo londrino impôs, além do racionamento de alimentos, o racionamento de vestuário, devido à escassez de bens essenciais. As saias longas e volumosas, ficaram mais curtas e retas. Com os homens na guerra, as mulheres assumiram trabalhos tipicamente masculinos e isso afetou também a vestimenta: calças, macacões, blusões de aviador e tailleur passaram a afazer parte do guarda-roupa feminino.

Além de ser representação social, moda é arte. O estilista, a costureira, o alfaiate se expressam ao produzirem uma roupa.

Logo, moda é comunicação; comunicação não verbal. O que você veste diz algo sobre você. Um jeans e uma camiseta branca passam uma informação.

Outro fator é decisivo para destacar a importância da moda, é sua relevância econômica. Muito além das passarelas, a indústria da moda emprega diversos profissionais e movimenta outras áreas da economia. Em 2016, o mercado mundial da moda movimentou U$ 2,4 trilhões.

No Brasil, para 2017, a perspectiva é de que o faturamento do setor têxtil e de confecção seja de R$ 135 bilhões (US$ 40,2 bilhões), o que significa um aumento de 4,6% em relação a 2016, segundo a Abit – Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção.

Atualmente, o segmento totaliza mais de 365 mil empresas de varejo e é detentor de mais de 679 mil postos de trabalho, movimentando quase R$ 10 bilhões em salários. O aumento nas vendas nos últimos 10 anos, fez com que o Brasil saltasse da sétima para a quinta posição no ranking dos maiores consumidores mundiais de roupas.

Ao fim, podemos afirmar definitivamente que futilidade não cabe nesse cenário, uma vez que, para entender de moda, é preciso no mínimo, conhecimentos de Cultura, Arte, Psicologia, História e claro, Economia.

Pra encerrar, uma cena marcante do filme O Diabo Veste Prada, resume a relevância da moda.

Miranda, editora chefe de uma importante revista de moda está escolhendo os acessórios para um ensaio fotográfico. Uma assistente mostra dois cintos aparentemente parecidos para ela escolher, e diz  que os dois são muito diferentes. Neste momento, Andréa dá uma risada.
Miranda – Algo engraçado?

Andréa – Não, nada. É que para mim estes dois cintos são iguais. Eu ainda estou aprendendo sobre essas coisas.

Miranda – Essas… coisas? Ah, ok, entendi. Você acha que isso não tem nada a ver com você. Você vai até o seu guarda-roupa e escolhe esse sweater azul folgado para dizer ao mundo que se leva muito a sério pra se importar com o que veste. O que você não sabe é que esse sweater não é apenas azul. Nem turquesa, nem lápis-lazúli. Na verdade, é cerúleo. E você também não tem a menor noção de que, em 2002, Oscar de la Renta fez vestidos cerúleos e Yves Saint Laurent fez jaquetas militares cerúleas. E o cerúleo logo foi visto em oito coleções diferentes. E acabou nas grandes lojas de departamento e, um tempo depois, em alguma lojinha de esquina onde você, sem dúvida, o comprou em uma liquidação. No entanto, esse azul representa milhões de dólares e incontáveis empregos. E é até meio cômico que você ache que sua escolha a isente da indústria da moda quando, de fato, você usa um sweater que foi selecionado pelas pessoas nesta sala”.

Joana Araújo é bacharel em Secretariado Executivo e Jornalismo, com formação em Jornalista de Moda e Consultoria de Imagem. Herdou interesse pelo mundo fashion da mãe, que é costureira e resolveu aliar as duas paixões: jornalismo de moda.

15 . Março . 2017

Apesar de muita chuva e frio, a cidade da luz estava respirando moda por todos os cantos no início do mês de março. Influenciadores e estilistas se reuniram em Paris durante oito dias para participar da aclamada Semana de Moda. Os looks escolhidos por cada participante do evento já nos dá uma boa ideia das tendências que vão chegar bombando para o Outono/Inverno aqui do Brasil.

É normal vermos bastante diversidade nas escolhas de moda de quem assiste os desfiles, mas é imprecendível dizer que essa Semana de Moda foi realmente um mix de tendências. A única semelhança era a bota de cano curto, que estava presente no pé da maioria.

Pelos

Pêlos no vestido, na manga, barra da saia, sapato, em todo lugar. A febre começou com os sapatos da Rihanna em parceria com a Puma e agora, foram para as passarelas. Uma das marcas que apostou nesse tipo de “tecido” na maioria das produções foi a Miu Miu, que também investiu bastante nos materiais de plástico. Não há o que discutir, com certeza será uma das coisas que você vai comprar com a chegada do inverno no Brasil.

Plástico

Já que começamos a falar da Miu Miu, não podemos deixar de falar das peças de plástico, que já deram o que falar aqui no Brasil. As versões holográficas são com certeza as mais pedidas do momento no país, mas a tendência lá fora, ainda permanece com o plástico transparente na grande maioria.

Babados e Renda

Muitos convidados da Semana de Moda estavam apostando em looks mais delicados, com renda, babados e tecidos leves. A tendência me lembrou bastante os vestidos “estilo camisola” e sutiãs por cima da blusa, que estão sendo usados na gringa, tudo em uma linha sexy e girlie. Eu, sinceramente, não sei se isso vai realmente continuar aqui durante o outono, mas até o momento, não estou muito disposta a apostar nas minhas produções.

Metalizados e Glitter

Tá, não vimos a combinação em todos as produções, mas “vira e mexe”, aparecia alguma peça nas passarelas com essa tendência, que chegou em 2016 e promete continuar. Mas, precisei falar sobre isso novamente (falei no post de moda do verão) simplesmente por conta do desfile INTEIRO da Chanel, que foi basicamente isso. Com uma ideia bem futurística, Karl Lagerfeld apostou em peças com muuuuito brilho metalizado, na bolsa, nos sapatos, nas meias, em tudo.

Sapatos

Chegou um momento em que eu estava separando os looks do post e tentava fazer o possível para não pegar uma produção com bota de cano curto, mas foi quase impossível. Nas passarelas até era possível encontrar algumas modelos de sandálias, mas a maioria usava botas, assim como as blogueiras e artistas, que quando não estavam com as boots, usavam tênis, fazendo a linha street style.

Nos momentos em que ainda conseguiamos ver sandálias, uma grande parte era com pelinhos sintéticos e meias, sim, meias. Você que gosta de dormir com elas, pode ficar feliz, pois vai poder sair também. A tendência é apostar em meias com o sapato e isso voltou ao mundo fashion com ninguém mais, ninguém menos, que Kyllie Jenner. A jovem foi flagrada recentemente saindo diversas vezes dessa maneira e pelo visto, todos aprovaram.

10 . Janeiro . 2017

Janeiro chegou e com ele as férias. Não, peraí… Com ele o verão. A estação marcada por muito sol e calor, já está chegando e vem trazendo várias novidades ao mundo da moda, muitas delas, que provavelmente não faltará no seu guarda-roupa daqui alguns meses.

No final de outubro, nos dias 23 a 28, aconteceu a 42° edição da São Paulo Fashion Week, que é um dos lugares que mais nos apresenta as tendências que vão vir com tudo nas próximas estações. Muito do que aparece nas passarelas não é o que realmente nós veremos nas ruas, mas já da pra der uma ideias das peças chaves e cores que vão bombar no verão.

  • Metalizados

Os itens metalizados ganharam um espaço no guarda-roupa de algumas brasileiras em 2016, mas pelo que se pode ver, não apenas nas passarelas, mas nos próprios looks nossos de cada dia, a tendência é que esse brilho ganhe ainda mais espaço nas prateleiras das lojas no verão. Um pouco ousado, o metal pode ser o brilho que faltava para dar um up naquela produção mais simples durante a noite. Vale lembrar que, na hora de compor o look você deve tomar cuidado, não vá colocar mais de um item dourado ou prata de uma vez.

  • Moda “Fun”

“We are cool for the summer”, já dizia Demi Lovato que estariamos divertidos no verão. A moda “Fun”, trará itens diferentes e ousados para a estação, como bolsas em formatos atípicos e roupas com desenhos fofos – alô, alô, personagens da Disney e itens de mermaid. As peças ficam perfeitas para aquelas produções street e rocker, pois dá uma quebrada e harmoniza a composição. Looks clássicos e clean também combinam, mas você deve apostar em peças mais neutras e delicadas.

  • Pins

Nessa onde Fun, os famosos patches e bordados, que tem conquistado o coração das brasileiras, vai continuar em alta no verão. Além de deixar o look mais moderno e divertido, que é a cara da estação, vale a pena apostar nesse tendência, pois os materiais são baratos e muito fáceis de encontrar. Ah, quem já use os aplicativos de feltro até em bolsas e tênis, mas eles ainda são aplicados, na maioria das vezes, em peças jeans… O que nos leva ao próximo item da nossa lista.

  • Body

Sim, aquela peça que parece um maiô pode voltar com tudo para o seu guarda-roupa. E nada melhor que no verão para isso acontecer, não é mesmo?! Apesar de ser uma peça nada prática, o resultado é arrasador. Se você gosta de blusas mais coladas, você vai se encantar com os bodys.

  • Choker

Sabe aquelas fitinhas de couro preta que você adorava usar quando era mais nova? Pois é, elas voltaram. Já há algum tempo as blogueiras tem apostado nesse acessório para os looks. A gargantilha é bem delicada e pode ou não ter um pingente na ponta, algumas são maiores e chegam a dar até três voltas no pescoço. Assim como a moda “fun”, esse pequeno e importante detalhes é super fácil de achar, de fazer e promete “envolver” o pescoço das brasileiras não só nessa estação, como no inverno de 2017 também.

  • Lady Like

O estilo Lady Like está sendo um sucesso na primavera e promete continuar sendo no verão. Peças acinturadas, com laços, estampas florais, babados, peplums e tons pasteis, estão em alta, trazendo aquele bom e velho “ar” vintage, que nós tanto amamos. Sem falar na famosa saia mid, que era um dos itens mais usados pela personagem Carrie Bradshaw, interpretada por Sarah Jessica Parker em Sex an The City, e já está dando o que falar nas passarelas como uma das últimas tendências.

O mais legal de cada um desses itens é que você pode mistura-los e usar uma, duas e até três tendências de uma vez, como por exemplo, usar um maiô da moda “fun”, que já está bombando lá nos Estados Unidos. O importante mesmo é usar o que você gosta e te deixe confortável, que sabe alguns dos itens não se encaixa no seu estilo.

17 . junho . 2015

High waisted no inverno sim senhor! Quem não se rendeu à high waisted no verão certamente irá se render nesse inverno! Para quem não conhece “high waisted” é a queridinha no mundo da moda e mais conhecida como peça de cintura alta. No inverno ela vem com tudo, chega com ar de boho chic pra fazer a cabeça de quem ainda não aderiu a ela. Quer saber de onde vem a cintura alta? Separei o trecho de um artigo de moda para vocês entenderem de onde vem:

”Em um passeio pela história da moda, percebemos que a utilização da cintura alta vem mesmo de longe. No século XVII, quando as mulheres ainda nem pensavam em usar calças, os vestidos usavam muito pano, destacavam os seios e apertavam as cinturas firmadas por sufocantes corseletes. No século seguinte, após a Revolução Francesa, a moda quis negar o estilo que a nobreza adorava. Os vestidos passaram a ser soltos, leves e simples. Surgiu a chamada cintura império, localizada logo abaixo do busto.

Foi no século XX que o umbigo começou a aparecer. Com o final da Primeira Guerra, o vestuário passou por profundas mudanças. As mulheres se tornaram mais independentes. Os comprimentos das saias subiram e as cinturas passaram a ser mais baixas.

O estilo melindrosa marcou a década de 20. A cintura alta voltou com tudo no final da Segunda Guerra Mundial. As mulheres queriam mudar, era o fim das roupas rígidas e pesadas dos tempos difíceis. Nesta época, surgiu o New Look de Christian Dior, que trouxe de volta os vestidos de tecidos finos, marcando cinturas finíssimas e acentuando os seios com corpetes. Outro ícone da época, a estilista Coco Channel também acinturou elegantes tailleurs, saias e vestidos. Nas décadas seguintes, a cintura continuou subindo e descendo. Os anos 70, lembrados pelos hippies e pela geração paz e amor foi marcado pelo sucesso das calças saint-tropez. Na década de 80, a cintura voltou para o lugar. A partir da década de 90, a cintura alta praticamente desapareceu do guarda-roupa feminino.”

fonte: modaebelezadobrasil

Bom, agora fica a pergunta: Como usar uma high waisted? Use da maneira que você mais se identifique, não se apegue a estereótipos! A moda é isso, só vai ser lindo se você usar sua personalidade. E você, já tem uma peça de cintura alta pra chamar de sua? Se sim use a #hasgtag no Instagram e marque a gente #colorindovidas quem sabe você não pode aparecer por aqui? Para inspirar separei alguns looks pra vocês, inclusive o meu.

Um beijo, Monalisa.

cats

  1. High waisted na versão jeans, coringa para o dia-a-dia e até para aquela saidinha depois do trabalho.
  2. High waisted + camisa xadrez: nós amamos!
  3. Saia midi: lady like e chiquerrimo!
  4. Jeans alto, trench coat e sapato boystyle: moderno e confortável.

1fbd1f

Essa sou eu com minha high waisted que tanto amo!

08 . Maio . 2015

Todo ano tem algum tipo de bota que vira a ”queridinha” dos pés das brasileiras, e este ano não será diferente. Este ano as botas que mais estão aparecendo nas vitrines das lojas são botas com influências americanas, e que muitas vezes a mulherada tem medo de comprar e não conseguir acertar nas combinações no look. Por isso resolvi trazer três tipos de botas que prometem vir com tudo neste inverno e ajudá-las montagem de looks bem legais com elas.

Coturno

coturno1

Esses looks, além de serem SUUUPER fáceis de montar na sua casa, são mega confortáveis e super práticos. Se você está naquele dia que precisa sair de casa, mas não está muito afim de se arrumar, aposte em looks como esses.  O coturno preto dá um toque bem rocker a produção, enquanto os coloridos deixam o look bem mais divertido e diferente.

coturno2

Apesar do coturno ser uma bota mais militar, ela cai super bem com vestido também. Sabe aquele look que você adorou, mas está fofo demais?! Por que não jogar um coturno nele? Como eu já disse, o coturno dá um toque bem rocker à produção, e vai com certeza dar uma quebrada na ”meiguice” dos looks, principalmente com vestidos. E para deixar o look ainda mais estiloso e quebrar mais ainda a fofura, você pode apostar nos acessórios, como uma jaqueta, uma meia calça, pulseiras, ou até mesmo um gorro.

Over the knee

over the knee 2

Lembrou da Ariana Grande né?! Hahaha. A cantora já usava esta bota antes mesmo dessa febre pelas over the knee começarem, e é até considerada a que lançou esta febre para os pés das garotas. E acredite se quiser: A bota vai bem tanto em baixinhas, quanto nas mais altas!

Para as baixinhas o truque é não mostrar nada, usar calças (principalmente se for da mesma cor da boa), isso faz com que a silhueta se alongue, principalmente se for a legging. Já as mais altas podem se jogar nas produções o/ hahaha, mas o mais aconselhável é você montar um look que deixe um pouco da sua perna a mostra, um short com blusa de frio/trenchcoat/casaco para o inverno fica perfeito!

over the knee1

A over the knee é uma bota mais sexy, por isso é bem importante você tentar balancear com peças mais casuais ou/e fofas. Uma boa ideia é você apostar em vestidos, saias, roupas coloridas… E chapéus também podem dar um toque MEGA estiloso para o seu look, porque além de dar um ar bem boho, os chapéus vão vir com tudo neste inverno.

Lita

lita1

As botas litas não saem dos pés das Norte Americanas há anos, e já ganhou o coração de várias brasileiras. A bota lita lembra um pouco o coturno, mas com salto que é SUPER confortável, tanto que não sai do pé da cantora Demi Lovato. As litas são encontradas em várias estampas e cores, as florais dão um toque todo girlie a produção, as marrons um ar mais casual, as coloridas e com estampas de bandeira deixam o look mais divertido, e por aí vai…. Pode ter certeza que quando você comprar uma lita, vai querer outras mil de cores diferentes, e variedade é o que não falta. Mas independente de qual você escolher, a lita dará um toque feminino e super ”North American Girl” hahaha.

Onde comprar:

ondeachar

  1. Coturno Dakota – Dafiti
  2. Coturno Lilly’s closet – Marisa
  3. Over the knee vizzano – Renner
  4. Over the knee ramarim – Zariffi
  5. Lita spikes – 11th11
  6. Lita shoelace – Romwe (Internacional)